/  Notícias / Tópicos Especiais – Incontinência Urinária

Tópicos Especiais – Incontinência Urinária

A incontinência urinária(IU) – perda involuntária de urina – é considerado um problema de Saúde Pública, e sua prevalência aumenta com a idade.

Cerca de 70% dos portadores de IU possuem mais de 60 anos, embora possa ocorrer em qualquer faixa etária, em sua maioria são mulheres.

Existem diferentes tipos de incontinência e diversas causas – seja o próprio processo de envelhecimento, mudanças na qualidade das fibras musculares, problemas hormonais, a estrutura do sistema urinário,  aquisição de doenças associadas e até uso de medicamentos.

A Fisioterapia é considerada hoje, um tratamento conservador, que atua desde a prevenção como na reabilitação das incontinências.

A realização de uma avaliação específica elegendo um tratamento adequado, começa por um processo educativo, nas mudanças comportamentais , exercícios de propriocepção, de percepção corporal, de fortalecimento da musculatura do assoalho pélvico (MAP) até a utilização de técnicas e aparelhos específicos para cada tipo de incontinência. A Fisioterapia tem papel fundamental na reabilitação funcional, cognitiva, emocional e psicossocial desses pacientes, contribuindo para a promoção da saúde e sua  autoestima.

Não se deve ter vergonha, há que conversar com o médico a respeito, realizar exames necessários e procurar um fisioterapeuta para ajudar. Esta conduta, pode  fazer grande diferença tanto  na melhora, quanto ajudar a impedir complicações decorrentes da  perda de urina, assim como também pode levar  à reabilitação dos sintomas.

Por Katia Pedreira Dias – Fisioterapeuta e Profissional da Educação Física –

Membro do Conselho Consultivo Gerontologia SBGG-RJ – Gestão 2016-2018

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios assinalados*